segunda-feira, 9 de maio de 2011

A Vida que eu Pedi, Adeus


Sábado foi dia de assistir à peça "A Vida que eu Pedi, Adeus", no Teatro Municipal Teotonio Vilela. O espetáculo, com texto de de Sergio Roveri e direção de Eliane Caffé, foi hilário, apesar de perder um pouco de gás na segunda metade...

Ailton Graça é um show! Vera Mancini também está ótima, apesar de caricata e de ter pouca projeção de voz (Talvez a acústica do TMTV não ajude muito tb...) !
O coadjuvante Paulo Américo faz uma boa aparição, mas Antoniela Canto parecia caída de pára-quedas...

Ponto para a MdA por trazer a Sorocaba uma peça desse nível, uma vez que a cidade está ficando acostumada a achar que Teatro e show de Stand-up Comedy é a mesma coisa, tamanha a falta de imaginação dos produtores locais!

Ahhhhh.... O barulhinho chato das cadeiras do Teatro Municipal Teotonio Vilela continuam a pertubar as apresentações!

Nenhum comentário:

Postar um comentário