quinta-feira, 3 de março de 2011

Ator de Two and a Half Men vira recepcionista de Ellen DeGeneres



Uma pena o cancelamento de "Two and an Half Men", uma das melhores séries cômicas da TV depois de Friends. Culpa da besta drogada e narcisista do Charlie Sheen. Confira a notícia da Folha Online.

Ator de "Two and a Half Men" vira recepcionista de Ellen DeGeneres

O ator Jon Cryer, 45, que interpreta Alan, o irmão de Charlie (Charlie Sheen) na série "Two and a Half Men", participou de uma brincadeira no programa de Ellen DeGeneres que vai ao ar nesta noite.

Após a emissora CBS suspender as gravações de "Two and a Half Men", DeGeneres quis fazer uma brincadeira dizendo que Cryer precisava de um novo emprego.

Durante o programa, Cryer vira recepcionista. "Eu precisava do trabalho", brinca o ator.

ESCÂNDALOS

A série "Two and a Half Men" foi suspensa na semana passada e não será mais gravada nesta temporada.

A decisão foi tomada pouco depois do site TMZ publicar que Charlie Sheen teria ameaçado o criador da série Chuck Lorre durante uma briga. O ator disse ao site que Lorre era um "estúpido, um pequeno homem estúpido, um idiota que eu nunca gostaria de ser".

Segundo fontes ligadas à produção, essa foi a gota d'água para a CBS e a Warner Bros. Não houve nenhum pronunciamento sobre como ou quando será feita a próxima temporada.

Com "Two and a Half Men", Sheen alcançou o mais alto salário da TV americana: embolsa US$ 1,2 milhão por episódio.

O ator enfrenta uma série de problemas com álcool e drogas, admitiu inclusive que fumava crack. Atrizes pornôs têm sido a companhia mais constante dele, desde que o casamento com Brooke Mueller acabou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário